A permacultura é um método holístico para planejar, atualizar e manter sistemas de escala humana (jardins, vilas, aldeias e comunidades) ambientalmente sustentáveis, socialmente justos e financeiramente viáveis.

O termo provém do inglês permaculture e foi cunhado por Bill Mollison (2002). Trata-se de uma contração das palavras permanent agriculture (agricultura de permanência), que mais recentemente é compreendido como uma permanent culture (cultura de permanência). A sustentabilidade ecológica, ideia inicial, estendeu-se à sustentabilidade dos assentamentos humanos locais.

Segundo esse autor, “a permacultura é uma filosofia de trabalhar com, e não contra a natureza; de observação prolongada e pensativa em vez de trabalho prolongado e impensado, e de olhar para plantas e animais em todas as suas funções, em vez de tratar qualquer área como um único sistema”.

Assim, a permacultura redefine a própria noção de ética, baseando-a em conceitos trazidos de outros debates como o da ecologia profunda (NAESS, 1989), o princípio responsabilidade (JONAS, 2004), o da complexidade (MORIN, 2011), a ética do cuidado (BOFF, 2014), dentre outros, que redefinem a própria relação dos seres humanos com a natureza e com seus semelhantes.

Tendo em vista o esgotamento do modelo de desenvolvimento atual, baseado na insustentabilidade e na separação do homem da natureza, emerge a necessidade da construção de outro modelo que supere esse paradigma. Nesse sentido, a permacultura se insere como uma nova proposta que supere tais limitações, constituindo-se num modelo mais integrado e de reaproximação do homem com o seu meio.

A região do Cariri apresenta vários desafios, na medida que integra um bioma composto por diversos enclaves e uma diversidade cultural rica, enfrentado um acelerado ritmo de crescimento, econômico e urbano, agredindo pela falta de planejamento esse patrimônio cultural e natural.

Esse desenvolvimento caótico revela a ausência de formação crítica e que apresente alternativas viáveis que possibilitem a integração da tradição cultural e da preservação do patrimônio cultural.

Por outro lado, há já um número de ações na região que procuram caminhar numa direção diferente, com base numa outra ética para o desenvolvimento, mais próximas do que defende a permacultura. São exemplo disto, algumas práticas agroecológicas que surgem em determinadas comunidades na região, além de alguns experimentos em torno de práticas sustentáveis de construção.

Estas práticas são, entretanto, ainda incipientes e fragmentadas, e um curso como este tende a potencializá-las e multiplicar estas experiências. Como a missão da Universidade Federal do Cariri deve ser justamente construir soluções que integrem projetos econômicos viáveis, ambientalmente sustentáveis e socialmente justos, o presente curso, que prevê este fortalecimento e o desenvolvimento de uma trajetória neste sentido, propõe justamente este caminho de ação. Sendo essencialmente transdisciplinar, traz essa relação com a comunidade  no enfrentamento desses problemas como um de seus elementos constitutivos.

Entretanto, este não é um curso pensado apenas para a Região do Cariri. Ele dialoga com uma demanda global, e com uma perspectiva global de ação. Assim, tanto o estudante do curso deve vir de diversos contextos diferentes como o profissional formado pode atuar nestas distintas realidades, atuando a partir dos princípios desenvolvidos no curso. Nesse sentido, e por seu ineditismo, tende a ser uma referência nacional e internacional no tema e se alimenta na enorme procura por formação nos institutos privados de permacultura existentes no Brasil (Ipema, Ipec, IPC etc.).

Por fim, o curso se insere no contexto do Instituto Interdisciplinar de Sociedade, Cultura e Arte, que integra, além do Tecnólogo em Permacultura os cursos de Design de Produtos, Filosofia, Jornalismo e Música. A proposta central deste instituto é a promoção da integração de diversos saberes e das diversas dimensões da construção destes saberes, definindo, a partir daí um novo fazer acadêmico. Tal proposta é plenamente aderente ao que propõe o presente curso, já que procura se constituir como uma prática essencialmente transdisciplinar.

css.php